2012_5_26_12015s740x

Ramiro Vidal Alvarinho: relato.

Publicado el 16 abril, 2020 | Literatura, Opinión

Uma mulher de cinquenta anos sai carregada com quatro sacas de um supermercado…avança duzentos metros, a sua morada está a uns trescentos e cinquenta. Numa esquina, dois homens de trinta e poucos anos interceptam-a. São polícias à paisana. Registam as sacas. Há uma malha de laranjas, algum envase de embutidos, duas garrafas de leite, uma tableta de chocolate, um pacote dos grandes de spaghetti…um deles, de cabelo loiro, vai remexendo, tirando cada produto das sacas e descrevendo-lho ao outro, de cabelo moreno, que toma nota. De súvito, um pacote chama a atenção do polícia que regista as sacas

-O que acontece, Hutch? Porquê te detens?
-Starskey? Olha isto

O moreno rasga o pacote, cheira o interior, mete um dedo e lambe uma nódoa do conteúdo do envase, que impregna o seu apéndice prénsil…

-O quê dizes a isto?
-Pode a Senhora explicar…?- Diz o Starskey fitando à desconcertada dona de casa por acima dos seus óculos de sol (um gesto muito estudado que o jovem mas experimentado agente sabia perfeitamente que intimidava aos delinquentes e abrumava às mulheres)
-É o que eu suspeito, Starskey?
-Com efeito, Hutch, pelo sabor temo que se trate de farinha
-O que tenho que fazer, para não ter que ir ao mar- Disse o Hutch em tom entre irônico e burlesco
-Com certeza, Hutch- Disse o Starskey entre dentes, sem deixar de fitar à senhora que estava paralizada de incredulidade e medo
-Talvez essa farinha explique isto outro, né?- O Hutch lança-lhe ao Starskey um outro pacote. O polícia moreno rasga levemente o pacote que agora tinha no seu poder e ao comprovar o seu interior diz dirigindo-se à cidadã retida
-Levadura, eh…?
-Está claro, Starskey, esta elementa pretendia fazer um biscoito
-Era para o aniversário do meu filho maior- Retrucou témera a mulher
-Isso já lho explicará ao juíz…- Respondeu com desdem Hutch – Venha, Starskey, chama que nos mandem apoio
O Starskey colhe o mancontro e diz – A ver, central, mandem uma unidade aquí à Rolda de Nelhe, que temos uma cidadã que portava quatro sacas com produtos de diversa índole, não todos essenciais, e que entre eles tinha um pacote de farinha e outro de levadura, sem poder justificar o uso que lhes vai dar
A mulher tratava de replicar chorosa- Mas eu já disse que era…é que isto levo-o porque…
-Recomendo-lhe que faça uso do seu direito a permanecer em silêncio, senhora…- Cortava-lhe o Hutch
-Parece que estamos de sorte nesta manhã, Hutch, fizemos boa caça- Disse com um meio sorriso de satisfação o Starskey
-Já verás quando no bar o contemos diante do Baretta, o Kojack, o Colombo, o Magnum e todos esses.

Foto portada cortesía de http://www.galiciaconfidencial.com/ 

¿Te gusta este artículo? ¡Compártelo!

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *